Peguei um pintado com chinelo ryder

Felicio de Moraes -São Vicente-SP
 
Num belo dia, saímos de Birigui-SP, para pescar no Rio Paraná, município de Castilho-SP, mais propriamente na ilha comprida divisa com o estado do Mato Grosso. O barco deu um solavanco e eu perdi a vara, com tudo que tinha direito, e aguenta gozação. Estavámos em 04 pessoas, no barco havia linha, anzol, isca, só não tinha a vara nem o molinete. Daí veio a idéia, peguei meu chinelo ryder e nele amarrei a linha, enrolei várias vezes e depois dei um nó para ficar bem firme, deixei aproximadamente uns quatros metros a mais de linha, preparei o anzol e isquei uma minhoca daquela que só tem no Mato Grosso, e ……. aguenta gozação. Bem de mancinho fui soltando a linha bem rente ao barco, pois estavámos num poço profundo próximo ao barranco do rio. De repente veio o tranco, e a coisa era brava, juntei o chinelo praticamente na posição de um esquiador, e lá vamos nós. Arrastamos o barco eu e o danado do peixe numa velocidade incrível, os colegas assustados agarraram no barco para não cair. Durou uma meia hora até o peixe cansar.Então, retiramos o peixe com um puça e lá estava o meu trófeu, 18 kg. tentaram comprar meu peixe para mostrar para as esposas, vocês acha que eu ia vender, aí foi a minha vez. aguenta gozação….
 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *