PR – Paranaguá – Sargos na Ilha das Palmas – PR

Ilha das palmas - sargo

Nesta matéria, Odeir, experiente guia de pesca de Paranguá, conta um pouco de sua experiência na pesca do Sargo, na região da ilha das Palmas, na Baía de Paranguá, no Paraná.
Ilha das palmas - sargo

Caros amigos, a Ilha das Palmas está localizada entre a praia da Fortaleza da Ilha do Mel (Brasília) e a Ilha das Peças, divisa entre a baía abrigada e o mar aberto. No local, há duas ilhas desabitadas e muitos parcéis, cascalhos, cabeços de pedras, ilhotas de rocha e um naufrágio. A região é muito conhecida por abrigar grandes raias, meros, garoupas, badejos, robalos, pescadas, sernambiquaras, sargos, pampos, entre outros. Próximo das Palmas, fica a Baía dos Golfinhos. Neste local, pode-se avistar facilmente famílias de golfinhos.

ilha das palmas
Vista parcial da Ilha das Palmas.
 

 

Em nossas últimas pescarias temos encontrado muitos sargos. Na região, habitam o sargo-de-beiço e o sargo-de-dente, porém a espécie mais comum é a do sargo-de-beiço. Eles podem chegar a 9 kg, mas nas Palmas as capturas são de peixes menores entre 1,5 a 5 kg.

Temos capturado o sargo tanto com isca natural como com artificial. As iscas naturais mais promissoras são camarão, tatuíra, corrupto, mexilhão e caranguejo (guaiá). As melhores ações têm acontecido com o barco poitado em cima da “cabeça” do parcel e deixando a isca bem encostada na rocha, pois o sargo costuma ficar dentro de tocas e rachas do fundo e sai pra se alimentar entre as pedras. No caso da isca de caranguejo, usamos o filhote de caranguejo iscado inteiro ou partes do corpo do adulto macetado e com elastricot para não soltar.

As iscas artificiais que dão mais resultados para a espécie são pequenos jumping-jigs, tube-jigs e shad’s com cabeça de chumbo. Com o barco à deriva passando sobre os parcéis, o pescador deve dar pequenos toques de ponta de vara com a isca sempre rente ao fundo. O ataque é certeiro e rápido.

Com corpo alto e um pouco comprimido lateralmente e cauda furcada, o sargo é bastante forte e resistente, levando o equipamento médio ao limite. Por essa razão, na pesca do peixe é recomendado um conjunto médio, ou seja, vara rápida de 10-25 libras com carretilha ou molinete compatível para segurar o bicho, antes que ele entoque entre as pedras afiadas. Nas Palmas é muito comum ver grandes espécimes bater forte e levar as linha para as pedras deixando o pescador a ver navios.

Lancha utilizada na pescaria: Bass Way 16’ com plataforma na popa e proa e alongador com motor Mercury 60hp.
 

Abraços e Boas Pescarias!

Odeir
Guia de Pesca em Paranaguá – PR
(41) 3332-2322 – 9152-2943
odeir.r@globo.com

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *