SP – Mairinque – Pantanosso

Como chegar: Pela Rodovia Castelo Branco sentido São Paulo-Interior, pegue a saída no quilômetro 68,5, atravessando a ponte e saindo a sua direita (não deve voltar para a castelo). Mantendo a direita, pegue uma descida onde deverá manter-se a direita novamente.

Conhecido pela quantidade de bóias cevadeiras nas árvores e pelos enormes peixes que habitam o lago. É necessário habilidade para arremesso dos torpedos e cevadeiras bem próximos aos galhos.

Peixes: Tambacu, tambaqui, pacu, patinga, carpas(cabeçuda, húngara, espelho, capim), pintado, cachara, tilápia, traíra, dourado, piraputanga, catfish, matrinxã.

Iscas recomendadas: Beijinho com torpedo, mafish , massa paturi carnívoros, salsicha flutando, cevadeira com miçanga/eva, bolinhas de maracujá, torpedo com ração na pinga. Para as carpas, massas doces no chuveirinho

Estrutura: O Pantanosso possui um restaurante, onde é servido almoço por quilo, além disso possui serviço de bebidas na beira dos lagos.

Formato da pescaria: Há 3 lagos de pesca, onde o maior possui um espaço chamado “reservado”, bem na direita. A modalidade é esportiva, podendo levar o peixe, pagando o quilo.

Recomendamos o uso de bóias cevadeiras e torpedos, já que a pescaria no lago principal é mais produtiva perto das árvores. Pescar nesse pesqueiro requer um pouco de habilidade no arremesso, o que torna as pescarias mais emocionantes.

Para a pescaria de carpa cabeçudas, o local ideal é o barranco, próximo ao restaurante. É normal a captura de exemplares acima dos 10kg.

Contato: (11) 4246-2176

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *