Pesca no inverno em Santa Catarina

 

Nesta temporada de inverno que se aproxima, o amigo pescador, principalmente da região sul, precisa se preparar para as mudanças que esta temporada exige para a pesca.

 

Texto: Luciano Cebula

Sou apaixonado pela pesca de mar. Não posso negar. Desde minha primeira pescaria em baía, gostei da dinâmica dos peixes, da maresia no rosto, paisagem, flora e fauna em geral.

Sendo de Curitiba, um dos principais destinos de pescaria da região, é o litoral de santa catarina, especialmente representados por São Francisco do Sul, Itapoá e Barra do Sul. As duas primeiras com saída frontal para a baía da Babitonga.

Nesta época do ano, os peixes que entram em nossas linhas começam a mudar um pouco. As Bicudas, Anchovas e Sororocas são quem dão o principal tom das pescarias.

Os locais de pesca São sempre as cercanias de ilhas e estruturas marinhas.

Via de regra, os horários para pesca destes peixes são no início da manhã e no fim da tarde. No caso das Anchovas e Bicudas, entrando pelas primeiras horas da noite.

 

Sororocas
Peixe muito bonito e brigador. A forma “padrão” de pescaria da sororoca é o Corrico, onde deixam-se as varas atrás do barco ou na mão do pescador, com isca artificial de meia-água e o barco correndo a cerca de 5 nós. Libera-se cerca de 50mts de linha e faz-se passagens próximas as ilhotas. Se a Sororoca estiver ali, é briga boa na certa.

 

Anchovas e bicudas.
Esses peixes não tem muito preconceito quanto a isca. Podemos utilizar tanto isca natural de pedaçõs de sardinha como iscas artificiais, do tipo Jig. Solta-se a isca ao lado do barco, até que ela toque o fundo. Recolha 3 voltas e aí está a profundidade perfeita. O local, claro, ao lado de ilhas e parcéis. Não esqueça de ter um bom cabo de aço entre a linha e o anzol, pois esses peixes tem dentes afiados. Principalmente a bicuda, que pode causar ferimentos graves.

 

Espadas
Se a pescaria for entrar pela noite, é sempre bom ter uma bóia luminosa, com anzol empatado com aço, para esperar pelos espadas, que costumam dar as caras nesse tipo de pescaria. Muitas vezes o Espada “salva” a pescaria, quando outros peixes não estão entrando.

Nunca é demais dizer mas: Se você nunca pescou a noite no mar, mesmo que o clima esteja agradável, leve uma boa jaqueta. O vento do mar, lá pelas 2 da manhã parece passar por dentro dos ossos, de tão gelado que fica. Uma garaffa de café ajuda também a esquentar os ânimos.

No mais, aproveite essa época que é bastante produtiva no quesito quantidade de peixes.
Divirta-se e aproveite para bater papo com os amigos, contar piadas, rir bastante e voltar para casa renovado para mais uma semana de trabalho.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *