Pesca do Lambari - Dicas e truques Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 32
PiorMelhor 
Escrito por Luciano Cebula   

Neste especial, o grande amigo do Peska, o especialista do capivari Marcos Cavalcanti ou "Marcão do Capivari" conta um pouco de sua experiência sobre este pequeno valente. Aproveite.

lambari

Por: Marcos A. Cavalcanti - "Marcão do Capivari"


Marcão capivari 
Alô aprendizes da pesca do lambarí:
Muitos afirmam que pescar este "peixinho" é fácil. Claro que é, para quem tem alguma experiência, pois sabem que ele é um peixe danado de rápido e em qualquer bobeira, já era, ele comeu a isca e se mandou.

Lí algumas dicas acima e concordo com algumas, mais vou deixar a minha contribuição:
Existe uma grande diferença na pesca do mesmo nos rios e represas:

RIOS: Exceto quando se conhece o pesqueiro. Em outros locais é preciso saber se existem enroscos e a única forma é testar. Isto significa no mínimo perder-se anzois e linhas, porem achando um lugar apropriado, precisamos:

a) Cevar com quirera ou milho moído um pouco acima do local e para isso, uma dica é encher uma garrafa pet com a ceva, tampá-la, fazer vários furos de tamanho suficiente no seu corpo. Amarrá-la num galho, de forma que ela fique encostanda na correnteza da água, quando então, ela vái caindo aos poucos e desloca-se para o pesqueiro e, obviamente, irá atrair o peixe.

b) Para encontrar a profundidade ideal é preciso regular o flutuador (pena ou boinha de isopor), não esquecendo do peso correto do chumbo, para que isto aconteça.

c) Maiores exemplares: geralmente se encontram mais no meio do rio, então é preciso ter varas de comprimento suficiente para alcança-los, entretanto, é preciso observar o peso das mesmas, já que o apoio é do braço do pescador e se forem pesadas, certamente dificultarão as fisgadas.

d) Côr e nível das águas: Geralmente quando o rio está "cheio" até transbordando, com certeza, a água estará barrenta, isto é a indicação de que a pescaria pode não ser produtiva, assim sendo, o ideal que o rio esteja "dentro da caixa" e a água limpa.

e) Já que estamos falando de pesca de barranco, obviamente, observar se no local as árvores existentes não irão atrapalhar, considerando o comprimento da vara.

EM REPRESAS: Basicamente as dicas são as mesmas do artigo anterior, com a diferença que nestes locais a água é parada e pela minha experiência, na ausência total de vento, nosso amiguinho, se não atacar a isca quando caem na água, é preciso provocá-los, dando pequenos toques, fazendo o flutuador se movimentar.
Outro incoviniente é qdo o vento está forte, que dificulta o lançamento da linha no local desejado no pesqueiro, assim temos que usar a "cuca", fazendo alguma adaptação no material a saber:

Substituir o flutuador e acrescentar um chumbo mais pesado, ideal para o mesmo, de forma que quando o anzol atingir a profundidade escolhida, possamos notar a beliscada do "bichiho" nitidamente, pois lembre-se que a "marola" formada na água, dificultará a ação dos mesmos.
A meu ver, a melhor condição para a pesca é qdo existe uma "pequena" brisa, fazendo com que a água fique "tremida", isto garante muita ação por parte dos mesmos.

VARAS:
a) No inverno, recomenda-se aquelas de comprimento supeior á 5,40metros, pois os "danados" estão na parte mais funda do pesqueiro, alem disso ficam manhosos, porem qdo atacam a isca, são de bom tamanho.

b) No verão, as varas podem ser mais curtas, até 3,00metros ou um pouco maiores, pois, eles estão ativos e tendem a se encostar mais próximo ao barranco.
CEVA: Em ambas estações é preciso cevar constantemente, jogando-as em pequenas quantidade, próximo onde o flutuador para,após atingir a profundidade escolhida.
ISCAIS; Existe variedade indo desde o sagú,macarrãozinho, bicho do pão ou da laranja "miudo", larvas de moscas caseiras, ovo de formiga e a própria, capetinha, milho verde novinho, minhoca comum (pedaços) ou california. Não há necessidade de levarmos todas estas, mais sempre é bom termos pelo menos uns treis tipos.

a) ANZOIS: Existe uma variedade dos mesmos e por isso, de vários preços.Aí cabe a escolha de cada pescador. Minha "dica" é pedir ao vendedor a indicação do mais apropriado em tamanho, qualidade e preço e é óbvio, que é bom ter tamanhos diferentes, que vem embalados em até 12 unidades de cada, lembrando que eventualmente precisam ser repostos durante a pescaria, na existência de enroscos.Alguns costumam fazer um "chicotinho" com treis anzois de tamanhos diferentes, mais isto pode comprometer a produtividade, pois se levará mais tempo para repor as iscas, já que raramente se fisgarâo treis peixes ao mesmo tempo. Há ocasiões que com apenas um anzol se captura uma quantidade maior.

b) LINHAS: Lendo um comentário acima, o companheiro afirmou que a bitola da mesma não importava, pois usou a de 30mm. Não duvido que tenha dado certo, entretanto, recomenda-se o uso das de no máximo 20mm, então vai mais um "macete": Quanto menor a bitola da linha, maior a sensação da briga com o peixe,por exêmplo: Bitola 10 ou 12mm.
Porem o incoviniente é que no caso da existência de vento forte, fica difícil arremessá-la e muitas vezes "embola" e para desfazer a maçaroca, dá um trabalhão, que é preferível cortá-la e fazer outra.
Para resolver esta questão, sugiro usar uma linha "mestre" de bitola mais grossa no comprimento da vara, amarrar um "minúsculo" girador e na outra extremidade, atar um pedaço de linha mais fina.

FLUTUADORES: Há muita variedade, desde as "boinhas" de isopor de até uns 2cm, as boinhas tipo palito(vários modelos) e as tradicionais peninha de madeira, aliás, estas s/recomendadas para dias com vento, pois elas ficam presas na linha nas duas extremidades, somente usar as de tamanho maior que as normais.
CHUMBO: O tamanho e peso deve ser proporcional ao que exigir o flutuador.
Bem meu caro aprendiz, no mais, tudo irá depender de um único detalhe:

"A PECINHA ATRÁZ DA VARA". COPIOU OU QUER QUE DESENHE? :-)

Marcão do capivari
marcaopescador.blogspot.com.br

comentarios (49)
  • valdir(nino)  - isca para lambari
    uma isca legal que ja usei e peguei muitos lambaris guçu, foi miçanga. abri o fundo do anzol com muito cuidado e fui colocando ate 4 miçangas, nas cores, vermelhas , verdes ou amarelas,. eu pegava os lambaris e nao perdia a isca!!! tentem vcs vao gostar!!!
  • anonimo
    so pra voces ai ó já peguei lambari com a mao
  • anonimo
    so pra voces ai ó já peguei lambari com a mao
  • Anônimo
    o melhor e um arrastao com telinha bem fina minha dica e essa
  • Anônimo
    o melhor e um arrastao com telinha bem fina minha dica e essa
  • Anônimo
    cara tenho anos de esperiencia com pesca de lambaris pegue uma madeirinha amarre na linha bote anzol mosquitinho com minhoca ou massa e atire dentro da agua e
    pronto já tem seu lambari.
  • Anônimo
    meu voceis nao colocaran nem um video tatirando na prosima nao vai esquecer :(
Escrever um comentario
Sesu detalhes:
comentario:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img]   
:D:angry::angry-red::evil::idea::love::x:no-comments::ooo::pirate::?::(:sleep::)
;);)):0

!joomlacomment 4.0 Copyright (C) 2009 Compojoom.com . All rights reserved."